quarta-feira, agosto 17, 2011

Unção de Vida Nova



O Anjo visita
Entre o olhar
Anuncia;

O sorisso
A luz
A graça.

Aqui estou
Ao Pai pediu?
Enviou-me.

Consagrou-te à unção
Derrama sobre,
Sangue e Água,
Em sua fronte,
Santo óleo.

Ungindo-te,
Enviados,
Clamados.

Servo amado,
Guardo e governo.

Louve
Sirva
Clame
Ame

Jamais só.

O Coração, serve e anda.
Os olhos brilham.
A mente responde.
O corpo emana.
Unção.

Santo Espirito
Preenche-o.

Guarda e adora.
Chora
Canta
Ama
Ora
Sente
Serve
Discerne
Anda

Lute, louve, ame.

Brasileiro Rocha

quinta-feira, agosto 04, 2011

Amor onde o vi

Ele, ele mesmo
O vi, o senti
Onde nele cruzado
Transpaçado o entendimento
Dilacerada a caridade
Marginalizado em comunidade

Predominate como ar
Poluido, evenedado e desfigurado

Ele, ele mesmo
Confinado a não amar
Ou mesmo, não falar
Não andarilho estar

Pede, renova
Sempre doa
Por mim, amar-me
Em mim, sondar-me
Contigo luta
Conosco vence

Hoje te vi
Sempre em mim
Evidente em nós

Amor, ele mesmo
O nosso amor.

Brasileiro Rocha